Dia do Engenheiro Ambiental: profissão é

fundamental para o saneamento e a sustentabilidade.

No próximo domingo, dia 31 de janeiro, é celebrado o Dia do Engenheiro Ambiental. Chamando a atenção para data, a BRK Ambiental, concessionária de esgoto em Mauá, destaca a importância da profissão para o saneamento, para a qualidade de vida da população e para a preservação do meio ambiente.

O engenheiro ambiental e coordenador de operação da Estação de Tratamento de Esgoto da cidade, Eduardo Gonzales, ressalta que a função principal da profissão é assegurar que a interação do homem com a natureza seja sustentável. “Atuamos para garantir o desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das futuras gerações”.

Com mais de 11 anos de atuação na área e há três na BRK, Eduardo afirma que, no saneamento, a principal atividade do engenheiro ambiental é desenvolver técnicas para a preservação do meio ambiente e garantir o uso sustentável de recursos. “O profissional prevê o impacto ambiental causado por alguma intervenção, para então mitigar ou anular o impacto, avalia como será a intervenção e propõe medidas para mitigação dos impactos”.

Como coordenador da Estação de Tratamento, Eduardo também acompanha todo o processo de tratamento do esgoto gerado na cidade de Mauá.

Atualmente Mauá se destaca com os melhores índices de saneamento básico da Região Metropolitana de São Paulo: 93% de coleta de esgoto e 85% de tratamento. Com o esgoto tratado, preservam-se os mananciais e melhoramos a qualidade de vida da população. “Quando não há saneamento, geralmente, o esgoto é lançado diretamente em um curso d’água. Ao deixar de lançar esgoto in natura na natureza, o resultado é percebido na saúde pública e no meio ambiente. Tais ações permitem a redução da incidência de doenças patogênicas e ainda preservam a qualidade dos recursos hídricos”, afirma Gonzales.

Satisfeito com a profissão que escolheu, o coordenador mostra-se orgulhoso por contribuir com as boas práticas ambientais. “Considero que fiz a escolha certa, escolhi ser engenheiro ambiental para promover o equilíbrio e a preservação do meio ambiente e hoje trabalho em prol do desenvolvimento da cidade, coordenando a ETE – Mauá que trata diariamente mais de 55 milhões de litros de esgoto, contribuindo para a recuperação dos córregos do município, bem como do Rio Tamanduateí, que nasce na cidade.”, finaliza.  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s