Motoristas de ônibus rejeitam proposta e ameaçam greve nesta terça em São Paulo

Proposta insuficiente apresentada pelas empresas leva negociação a impasse. TRT marcou audiência para nova tentativa de acordo.

São Paulo – Motoristas e cobradores de ônibus do município de São Paulo decidiram entrar em greve nesta terça-feira (14), depois de novo impasse nas negociações salariais. Mas ainda aguardam proposta das empresas da capital.

A decisão foi tomada em assembleia realizada na tarde de sexta (10), diante da sede do sindicato da categoria (Sindmotoristas), no bairro da Liberdade, na região central. Um dia antes, o sindicato patronal apresentou proposta de reajuste de 10%, em parcela única, mas em outubro. A anterior incluía o mesmo percentual, só que parcelado em três vezes. A data-base é 1º de maio.

O Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2) marcou audiência de conciliação para esta segunda (13). “Estamos indignados com a intransigência dos patrões que insistem em ignorar as reivindicações dos trabalhadores, que nada mais são do que um reajuste equivalente à inflação”, afirmou o presidente em exercício do sindicato, Valmir Santana da Paz, o Sorriso.

No dia 3, os trabalhadores suspenderam greve marcada para o início desta semana após intermediação da Justiça do Trabalho. Eles reivindicam 12,47%, que corresponde à variação do INPC-IBGE nos últimos 12 meses, até abril, véspera da data-base. Também querem aumento real, participação nos lucros ou resultados (PLR), reajuste no vale-refeição e melhorias no plano de saúde, entre outros itens.

Fonte: Rede Brasil Atual

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s