BRK reforça a importância do combate ao mosquito da dengue diante da incidência de casos no início do ano

Serviços de saneamento básico são essenciais para combater a proliferação do mosquito. Confira medidas simples e saiba como prevenir a doença.

Combater a proliferação do aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, do zika vírus e da chikungunya é de extrema importância durante todo ano e não somente em períodos de chuva intensa ou estações mais quentes.

Com o objetivo de incentivar e reforçar medidas preventivas contra a proliferação do aedes, a BRK, concessionária responsável pelos serviços de esgoto de Mauá, alerta sobre o aumento dos casos registrados no primeiro trimestre deste ano.

Estas doenças, nomeadas de arboviroses, são epidêmicas e transmitidas pela fêmea adulta do aedes aegypti, mosquito que costuma circular em regiões quentes e chuvosas. De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria de saúde do Estado de São Paulo, até o dia 02 de maio já foram registrados 107,4 mil casos de dengue no Estado. Já em 2021, no mesmo período, foram contabilizados 104 mil casos da doença.

De acordo com a Prefeitura de Mauá, desde o começo do ano, foram confirmados 35 casos de dengue. Dentre os principais sintomas das doenças transmitidas pelo mosquito, estão febre alta, erupções cutâneas e dores musculares e nas articulações. Nas formas mais graves a doença pode causar hemorragia interna em órgãos e tecidos, e levar à morte.

A melhor forma de combater o mosquito aedes, é evitando sua reprodução, eliminando locais perfeitos para se tornarem criadouros. que possam acumular e armazenar água da chuva, como garrafas, pneus, vasos de planta e calhas.

“Os serviços de limpezas preventivas das redes realizadas de forma periódica pelas equipes da BRK, assim como o acesso à coleta de esgoto, são de extrema importância para evitar a proliferação do mosquito aedes. O mosquito também se reproduz em água suja, por isso, é importante verificar possíveis criadouros dentro de casa e manter a limpeza e higiene do imóvel. Se cada morador fizer sua parte, podemos combater a doença”, afirma Diego de Oliveira e Silva, Gerente Regional de Qualidade, Saúde, Segurança e Meio Ambiente na BRK.

Confira algumas dicas práticas para evitar a reprodução do mosquito:

– Mantenha as garrafas vazias sempre viradas com a boca para baixo e evite água parada em potes e pneus;

– Verifique se há acúmulo de água parada nas calhas e mantenha a limpeza em dia;

– Certifique-se de que seu imóvel direciona a água da chuva corretamente para a rede de drenagem pluvial, separada da rede de esgoto. Isso evita rompimentos e extravasamento de esgoto;

– Feche bem os sacos de lixo e mantenha as lixeiras tampadas;

– Limpe semanalmente ou preencha os pratos dos vasos de plantas com areia;

– Utilize telas nas janelas para evitar a entrada dos mosquitos nos imóveis;

– Limpe frequentemente com escova ou bucha os potes de água para animais e evite o acúmulo de lodo depositado no fundo do recipiente;

– Cubra e realize manutenção periódica de áreas com piscinas. Mantenha a lona de cobertura bem esticada para evitar poças;

– Dê descargas em vasos sanitários pouco utilizados;

– Limpe ralos e canaletas externas. Em ralos pouco utilizados, depositar uma colher de água sanitária em um litro de água limpa ajuda a evitar a proliferação do mosquito.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s