Dia Mundial da Água

Mauá se destaca na região Metropolitana de São Paulo com avanços expressivos nos serviços de esgoto

Hoje é celebrado o Dia Mundial da Água e a BRK, concessionária responsável pelos serviços de saneamento em Mauá. se orgulha de destacar os resultados e, principalmente, os benefícios dos serviços de esgoto para a despoluição e garantia de água limpa nos córregos e rios da cidade.

Atualmente, o município se destaca como uma das cidades que mais avançou nos últimos anos, com 87% de tratamento de esgoto, o melhor índice da Região Metropolitana de São Paulo. O percentual de 93% da coleta do efluente também é um índice expressivo na região.

Esses índices demonstram um grande ganho ambiental para a cidade. Mauá acolhe a nascente do Rio Tamanduateí, terceiro maior afluente do Rio Tietê. Aproximadamente nove quilômetros do rio Tamanduateí passam por Mauá e a sua nascente foi uma das principais beneficiadas com a retirada do esgoto anteriormente nela lançado.

Os córregos Taboão e Itrapoã que cortam os bairros Jardim Adelina, Itapeva, Jardim Camila, Primavera, Jardim Luzitano e Vila João Ramalho, no Parque São Vicente, além do Córrego Bocaína que passa pela Vila Bocaína, Vila Guarani e Jardim Itapark, também já apresentam melhorias na qualidade das águas que correm por seus leitos.

A despoluição dos córregos e da nascente do rio Tamanduateí foi possível após a BRK realizar investimentos, que já ultrapassam R$ 250 milhões. para a ampliação do sistema de esgotamento sanitário da cidade. A iniciativa permitiu a construção de cinco estações de bombeamento na cidade, a implantação da Estação de Tratamento de Esgoto e a extensão de mais 614 quilômetros de redes de esgoto, além de obras para interligação dessas redes coletoras de todas as sub-bacias que margeiam os principais córregos do município.

A estação de tratamento de esgoto de Mauá conta com três tanques de tratamento, que tratam diariamente 55 milhões de litros de esgoto, um volume que equivale a aproximadamente 24 piscinas olímpicas. Somente nos meses de janeiro e fevereiro de 2022, 3 bilhões de litros de esgoto sem tratamento deixaram de ser despejados nos rios e córregos de Mauá.

Segundo estudo realizado pelo Instituto Trata Brasil, utilizando dados do IBGE de 2019, no país estima-se que quase 100 milhões de pessoas não tem acesso ao serviço de coleta dos esgotos e somente 49% dos esgotos gerados no país são tratados, o que equivale a jogar todos os dias na natureza uma média de 5,3 mil piscinas olímpicas de esgotos sem tratamento.

As obras de esgotamento sanitário beneficiam diretamente o meio ambiente, pois o descarte do esgoto não tratado contamina o lençol freático, além de impactar na qualidade das águas dos córregos e dos rios Tamanduateí e Guaió que passam por Mauá.

Com foco na universalização dos serviços de coleta e tratamento de esgoto, a empresa está em fase final de obras para a implantação de uma nova estação elevatória de esgoto no bairro Recanto Vital Brasil. Conhecida como estação elevatória do Guaió, por ter impacto direto na recuperação da sub-bacia do rio Guaió, a estrutura conta com investimento de R$ 3 milhões por parte da concessionária e irá beneficiar cerca de quatro mil famílias.

“A implantação dessa nova elevatória terá impacto direto na recuperação da sub bacia do rio Guaió, bem como do rio Tamanduateí, dando suporte diário à rede de esgoto, transportando os efluentes gerados para receberem o efetivo serviço de tratamento na Estação de Tratamento de Esgoto da cidade”, informa Bruno Gravatá, gerente de operações da BRK em Mauá.

A BRK prevê para os próximos anos a continuidade de investimentos em obras de saneamento em Mauá, principalmente para ações de modernização do sistema de esgotamento sanitário e aumento dos indicadores de coleta e tratamento, garantindo melhor qualidade de vida à população e cuidado com a água dos córregos e rios.

“A nossa preocupação com a qualidade dos cursos d´água que cortam Mauá passa pelo aumento dos indicadores de saneamento da cidade. Temos o compromisso de transformar a vida das pessoas levando saneamento para muito além do básico, e ainda preservando a qualidade dos recursos hídricos”, complementa Gravatá.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s