Mauá Sem Deputados!

Há muito tempo Mauá não elege um deputado federal que brigue pelos projetos da cidade. José Carlos Grecco, eleito em 1986 pelo PMDB com 135.136 votos exerceu mandato no período de 1987 à 1991, e como deputado constituinte atuou na elaboração da Nova Constituição Federal. Outro deputado federal a representar a cidade foi Wagner Rubinelli (PT), eleito como suplente com 81.339 votos, assumiu mandato para o período de 2003 à 2007, mas em 2005 saiu do PT filiou-se ao PPS (hoje Cidadania) pelo qual tentou reeleição sem sucesso. Após esse período a cidade não conseguiu eleger nenhum representante, deixando espaço para candidaturas da região do ABC, Metropolitana, e também do interior do estado. Não foi por falta de trabalho que a cidade ficou sem representante mas por competitividade dos adversários, dos colegas de partido, caso de Elcio Silva – PT nas eleições de 2010 quando obteve 64.938 votos ficando na suplência mas não assumiu pois não houve movimentação no quadro de deputados federais eleitos pela coligação, bem como de processos judiciais, caso do, “quase deputado federal”, Junior Orosco – PDT que teve seus  30.418 votos anulados pela justiça por “suposto crime eleitoral”. Orosco aguarda decisão do STF sobre seu caso. Faltou trabalho para as equipes dos candidatos? Não. Pode-se dizer que há comprometimento de lideranças partidárias com as “candidaturas externas” pois representam instâncias e poder político dentro dos partidos. Em determinado momento de conversas percebe-se que há, além de “grupos ideológicos”, a “dependência financeira” das lideranças, bem como a “incerteza da vitória” de candidaturas locais. Com tais circunstâncias, fica difícil entender como os grupos políticos da cidade se organizarão para trabalharem e conseguirem eleger um deputado federal que represente a cidade de Mauá. Na lógica desse processo existem, por enquanto, articulações em torno de nomes diversos para disputa de cargo legislativo federal em 2022, mas que também pode-se compor na busca pelo legislativo estadual. Por exemplo, pelo PT local cogita-se os nomes de Romulo Fernandes – secretário de planejamento, Celma Dias – vice prefeita, Cleber Broch (sem Partido), Vereadores Ney Car, Ricardinho da Enfermagem, entre outras personalidades. Assim, é importante acompanhar as movimentações pois ainda existe muito tempo para definição clara dos pleitos e partidos aos quais as pessoas irão postular. Mauá Merece Ser Representada!!

Lamartine Dourado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s