Com vetos, Bolsonaro sanciona lei que cria linha de crédito para micro e pequenas empresas durante pandemia

A lei prevê empréstimos com valores que chegam a 30% da receita bruta anual da empresa em 2019

A lei que cria linha de crédito para auxiliar micro e pequenas empresas durante a pandemia do novo coronavírus foi sancionada, com vetos, pelo presidente Jair Bolsonaro. O ato da sanção consta em publicação no “Diário Oficial da União” desta terça-feira (19).

A lei prevê empréstimos com valores que chegam a 30% da receita bruta anual da empresa em 2019. O benefício permite que o montante chegue no máximo a R$ 1,4 milhão para pequenas empresas e R$ 108 mil para microempresas.

Um dos vetos de Bolsonaro foi sobre a carência de oito meses para o pagamento do empréstimo. De acordo com o presidente, esse período geraria “risco à própria política pública, já que dificultaria a capacidade de os bancos públicos executarem o programa com as condições apresentadas pelo projeto”.

Outro veto foi sobre a prorrogação, por 180 dias, dos prazos para pagamento de parcelamentos da Receita Federal e da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional.

Os vetos ainda serão apreciados pelos parlamentares, no Congresso Nacional. Nesse caso, as decisões de Bolsonaro podem ser mantidas ou derrubadas. Da forma como foi sancionada, a lei prevê prazo de 36 meses para o pagamento dos débitos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s