A Rede com artistas

A REDE Sustentabilidade reforça seu compromisso com os trabalhadores do Brasil dando mais um exemplo da sua responsabilidade, enquanto partido representante dos quadros mais qualificados e técnicos do País, da sua seriedade com os grupos sociais mais vulneráveis e seus princípios de respeito aos direitos humanos diante da pandemia que assola o mundo. Esta semana a

Deputada Estadual Marina Helou assinou como co-autora a PL 253/2020, que pretende atender as demandas da classe artística do Estado de São Paulo.

Como nos informa o empreendedor social Fernando Oliveira, liderança mauaense em contato direto com o gabinete da deputada, várias reuniões feitas com os artistas levantaram um conjunto de propostas para atender as demandas mais emergênciais da classe artística.

A Deputada Marina Helou acompanhou com muita sensibilidade e compreensão os debates para construção dessa proposta, sendo entusiasta desde o primeiro momento de tais iniciativas, motivando e mobilizando essas articulações multilaterais para construir um documento robusto e legítimo, construído pelos artistas de várias áreas, e mediados por agentes políticos preocupados com a vida de cidadãos que levam o nome do País para todo o canto do mundo e para quem o mundo olha quando quer saber quais são as medidas que estão sendo tomadas para atenuar os impactos trágicos da crise sanitária do COVID-19 no Brasil.

Para ela, os artistas são representantes da nossa cultura e são eles os comunicadores mais efetivos entre o que há de mais científico, técnico, acadêmico na construção do nosso pensamento para transformar em objetos artísticos que vão dialogar com as pessoas mais humildes, com as populações mais marginalizadas, com as comunidades mais distantes com enorme receptividade plena das pessoas.

O trabalho dos artistas deve ser prioritário, respeitado como fundamental, para

construir o caráter simbólico, imagético da nossa nação. Não podem ser desqualificados pela ignorância e indiferença de personagens políticos sem compromisso com os trabalhadores da arte. Assim, a deputada Mariana Helou, como relata Fernando Oliveira, ouviu atentamente todas as questões levantadas pelos representantes da classe artística, auxiliou na edição do documento adequando ao formato exigido pelo plenário e levou esse debate para dentro da casa do povo.

A deputada seguiu atenta aos interesses levantados pela classe artística, articulando-se nos gabinetes para informar, esclarecer, defender e angariar apoios que são necessários para tornar as propostas da classe artística Paulista em regulação para atender os que estão mais necessitados e que precisam de auxílio imediato, em forma de oportunidades reais, cobrando a responsabilidade do governo para que não esqueça ninguém, atendendo a todos, igualmente e com justiça social.

Sensibilizando seus pares na Assembleia com eloquência e agregando parlamentares, democraticamente, para arregimentar votos necessários, a deputada Marina Helou está convicta que a “Frente Parlamentar em Defesa da Cultura de SP” é uma iniciativa necessária para conformar as demandas destes agentes, representantes legítimos e primordiais para a cultura de São Paulo.

Fernando Oliveira acrescenta que as medidas devem propor debates em todo Estado, abrindo precedentes e ampliando as proposições nas cidades para, na medida do possível, garantir que os artistas mantenham suas atividades durante o período de quarentena e que possam enfrentar a crise social que se desenha diante dos nossos olhos de forma assustadora. Apontando para uma

crise econômica tão severa quanto, a criatividade dos artísticas é uma maneira de amenizar a dor, a angústia e a tristeza deste momento, como a angústia, o medo e apreensão do próximo período com a reorganização da economia de forma racional, estratégica e responsável.

Neste momento, a REDE Sustentabilidade entende que é dever cívico defender a vida, apoiar as iniciativas afirmativas que vão manter a saúde das pessoas estáveis e garantir que iremos passar por essa crise o mais rápido possível, assim: Não desanimem mauaenses, fiquem em casa e acreditem que iremos superar isso para voltarmos á normalidade das nossas vidas, em breve. Estamos todos juntos.

Por Chris Oliveira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s