Ribeirão Pires faz referenciamento de indígenas no dia 30 de junho


Ação visa o desenvolvimento de políticas públicas para o índios da cidade

A Prefeitura da Estância Turística de Ribeirão Pires, por meio da Secretaria de Assistência, Participação e Inclusão Social (Sapis), promove, no dia 30 de junho, a partir das 13h30, no Anfiteatro Municipal Arquimedes Ribeiro (localizado à Rua Diamantino de Oliveira, 220 – Vila Albertina), o referenciamento coletivo e cadastro das famílias indígenas de Ribeirão Pires.

“Conhecer as famílias indígenas do município é importante, não apenas pelo cadastramento, mas também para entender quais políticas públicas devem ser desenvolvidas; dar espaço democrático para que esse público seja ouvido e atendido, proporcionando melhor qualidade de vida à eles. Através do Conselho Municipal de Políticas Públicas de Igualdade Racial, Ribeirão Pires avança como uma cidade para todos”, explicou o secretário de Assistência, Participação e Inclusão Social, Leonardo Biazi.

Segundo Jaqueline Haywã, líder do povo Pataxó Hã Hã Hãe em Ribeirão Pires e membro do COMPIR, existem, aproximadamente, 20 famílias da Comunidade Pataxó na Estância. “O cadastro reconhecendo a nossa origem indígena é um marco histórico. Através do Cadastro Único vamos lutar pelos nossos direitos, exigindo políticas públicas para os povos originários. Essa é mais uma conquista importante para o nosso povo”, completou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s