Ex-ministro Milton Ribeiro e pastor ligado a Bolsonaro são presos por esquema de propina no MEC

Ex-ministro Milton Ribeiro e pastor ligado a Bolsonaro são presos por esquema de propina no MEC.

São Paulo – O ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, do governo de Jair Bolsonaro (PL), foi preso na manhã desta quarta-feira (22) por uma operação da Polícia Federal que investiga denúncias de corrupção e propina com verbas do Ministério da Educação (MEC). De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, a PF cumpre mandados de busca e apreensão em endereços de Ribeiro e também dos pastores Arilton Moura e Gilmar Santos – ligados ao presidente e apontados como lobistas que atuavam no MEC.

Além de Ribeiro, já foi preso o pastor Gilmar Santos. A ação foi batizada de Acesso Pago e, segundo a Polícia Federal, investiga a prática de “tráfico de influência e corrupção para liberação de recursos públicos” do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). De acordo com as acusações, os líderes religiosos atuavam para facilitar o acesso de prefeitos a recursos do FNDE mediante pagamento de propina.

Fonte: Rede Brasil Brasil Atual

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s