Gabriel Campanholli declara em vídeo que foi usado para travar processo de impeachment de Claudinho da Geladeira

Declaração foi dada ao Portal de notícias Conexão ABC.

Mais uma bomba explode em Rio Grande da Serra e pode mudar os rumos da política na cidade.  Nesta quarta-feira dia 15 de junho Gabriel Campanholli ex-assessor parlamentar, gravou um vídeo fazendo uma declaração bombástica. Em resumo ele disse que recebeu quantias em dinheiro do Secretário de Governo Admir Ferro e do prefeito Claudinho da Geladeira (PSDB) para acusar de fraude a comissão processante para travar os trabalhos.

Entenda o caso:

O governo do prefeito Claudinho da Geladeira (PSDB) estava respondendo a dois processos que o levaram a votação de impeachtament, um sobre não responder aos requerimentos da Câmara Municipal e outro sobre o caso fura-fila da vacinação contra a Covid-19. 

Foi criada pelos vereadores uma CEI (Comissão Especial de Inquérito), para investigar os dois casos, diversas vezes a defesa do governo teve seus pedidos para suspender os processos indeferidos pela justiça. 

A votação do impeachament foi realizada na Câmara Municipal de Rio Grande da Serra, onde o prefeito Claudinho da Geladeira foi cassado pela maioria dos vereadores. No dia seguinte Claudinho foi recolocado no cargo através de uma liminar. 

O ex-assessor do presidente da Câmara Charles Fumagalli Gabriel Campanholli fez uma denuncia onde ele dizia que havia fraude nos documentos apresentados pela comissão processante, travando assim o processo na justiça.

Uma operação do GAECO (Grupo de Ação Especializado de Combate ao Crime Organizado) esteve na Câmara Municipal de Rio Grande da Serra recolhendo documentos e computadores para investigar supostas denúncias de irregularidades.

Desde então a Comissão Processante formada pelos vereadores aguarda a decisão da justiça para a votação do impeachament do prefeito.

Nesta quarta-feira Gabriel Campanholli até então não mais visto na cidade, aparece em vídeo contando tudo o que aconteceu com ele o Secretário de Governo Admir Ferro e o prefeito Claudinho da Geladeira.

“Peço desculpas aos vereadores, em especial ao presidente da Câmara Charles Fumagalli”, disse Campanholli no vídeo.

O Secretário de Governo Admir Ferro afirmou que as informações relatadas por Gabriel não são verídicas, e quem o procurou foi o próprio Gabriel Campanholli.

Fonte: Portal Conexão ABC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s