BRK destaca a importância da destinação correta do óleo de cozinha, usado em prol da conservação do solo e operação do sistema de saneamento

No último dia 15 de abril foi comemorado o Dia Nacional da Conservação do Solo. A BRK, empresa responsável pelos serviços de esgoto em Mauá, relembra a importância da data destacando que pequenas mudanças de hábitos no dia a dia contribuem positivamente para a preservação do solo, e o bom funcionamento dos sistemas de saneamento.

O descarte irregular de resíduos nas redes e em ligações residenciais é um dos maiores desafios enfrentados pela concessionária; e essa prática é a principal causa de obstruções e extravasamentos de esgoto. Um dos materiais mais descartados irregularmente nas pias das residências pelos moradores da cidade, é o óleo de cozinha, um grande vilão do sistema de saneamento e do meio ambiente.

Isso porque ao jogá-lo na pia da cozinha, depois que esfria, o óleo que era líquido vira um bloco sólido capaz de se fixar nas tubulações. Com o passar do tempo, o acúmulo de gordura só cresce, o que vai reduzindo o espaço para a passagem do esgoto até provocar a completa obstrução do encanamento.

O óleo também pode se infiltrar no solo e alcançar os lençóis freáticos. Alguns estudos apontam que um litro de óleo de cozinha pode poluir um volume de um milhão de litros de água.

“Reciclar o óleo de cozinha é de extrema importância, já que a sua capacidade poluente é muito alta. Na cidade de Mauá, em parceria com as Secretarias de Educação e do Verde e Meio Ambiente e com a empresa Líríum Reciclagem Ambiental, realizamos o Projeto Olho Vivo ‘Água e óleo não se misturam’, queprevê a coleta e correta destinação do óleo de cozinha usado”, informa Thais Cortina, responsável pela área de Sustentabilidade da concessionária.

Por meio do projeto Olho Vivo é possível a aplicação de uma estratégia contínua de preservação ambiental, reduzindo o impacto gerado com o descarte inadequado do óleo de cozinha usado no solo, nos cursos d’água e na rede de esgoto.

“Atualmente contamos na cidade de Mauá com pontos de coleta instalados nas escolas municipais e conveniadas, e todo o resíduo arrecadado é encaminhado para empresas que fabricam biodiesel”, destaca Thais.

SERVIÇO: saiba como é simples armazenar o óleo usado:

1.       Após o uso, espere o óleo esfriar;

2.       Armazene o óleo em garrafas plásticas (ou PET), de preferência transparentes;

3.       Use um funil na boca da garrafa para despejar o óleo (não é necessário peneirar);

4.       Feche bem a tampa para evitar vazamentos;

5.       Guarde a garrafa com óleo em lugar protegido e arejado, longe do sol e do calor;

6.       Entre em contato com a Planeta Azul e agende a coleta em sua casa.

15 de abril – Dia da Conservação do Solo

O Dia Nacional da Conservação do Solo foi instituído pela Lei Federal nº 7.876, de 13/11/1989. A escolha dessa data foi em homenagem ao nascimento de Hugh Hammond Bennett, o pai da conservação do solo nos Estados Unidos. Esse dia propõe uma reflexão sobre a conservação dos solos e a necessidade da utilização adequada desse recurso natural.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s