Mesmo sem tradicionais festas de carnaval, viagens crescem no período

Infraero espera 788 mil passageiros em seus terminais aéreos. Setor de turismo no Brasil avançou 12% em 2021 e faturou R$ 152 bilhões.

Mesmo sem as tradicionais festas de carnaval, muitos brasileiros optaram por viajar no feriado. A Infraero espera receber cerca de 788 mil passageiros nos aeroportos durante o período entre essa sexta-feira (25) e a próxima quarta-feira (03). O número é 45% maior em relação ao movimento do ano passado, quando mais de 540 mil pessoas embarcaram e desembarcaram nos terminais da empresa, entre os dias 12 e 18 de fevereiro.

Danilo Julio, diretor de operações do site de venda de passagens de ônibus on-line Quero Passagem, estima que o volume de vendas é 30% maior que o fluxo regular. 

“Este ano, muitos brasileiros estão aproveitando o carnaval para visitar parentes no interior do país. Mas, a liderança das vendas ainda se concentra nas capitais como São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, além de Porto Seguro”, pontua. 

A proprietária de uma agência de turismo de Brasília, Bruna Bilbao, afirma que, neste feriado, os destinos mais procurados não se referem a cidades com tradições carnavalescas. 

“Conseguimos vender muito para o sul do Brasil. Então vendemos para Curitiba, um destino que nos surpreendeu no carnaval, porque normalmente o pessoal quer praia. Também vendemos muito para Florianópolis e Gramado. Foram os destinos mais procurados aqui conosco”, relata. 

O setor de turismo no Brasil encerrou 2021 com faturamento de R$ 152,4 bilhões. O resultado representa um aumento de 12% em relação a 2020. O balanço foi feito pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do estado de São Paulo (FecomercioSP)

A presidente do Conselho de Turismo da entidade, Mariana Aldrigui, explica que o resultado foi inferior aos números antes da Covid-19, porém, representa um sinal de retomada em meio à crise sanitária provocada pela pandemia. 

“Na verdade, ainda temos, sobre 2021, resultados menores que os de 2019, porém, melhores que 2020. Isso indica que houve uma recuperação da atividade e ela é especialmente sentida na retomada dos voos e da ocupação hoteleira, com destaque para cidades que conseguem equilibrar turismo de lazer e turismo de negócios”, destaca. 

O levantamento também indicou altas nos segmentos de transporte aquaviário (8,8%), transporte terrestre (7,2%), locação de veículos, agências e operadoras (2,5%) e atividades culturais, recreativas e esportivas (1,6%).

O setor de turismo é responsável por movimentar uma cadeia produtiva composta por mais de 50 segmentos. O destaque é para o transporte aéreo, que apresentou elevação de 28%, acompanhada de um faturamento acumulado de R$ 37,7 bilhões. Na sequência aparece a categoria de alojamento e alimentação, com salto de 13,1% e faturamento de R$ 45,2 bilhões.

Fonte: Brasil 61

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s