Stock Car: Enganado pela chuva, Lapenna ganha 13 posições com a Hot Car New Generation

Equipe paulista somou pontos para o campeonato com os dois pilotos durante o fim de semana e terminou a 10ª etapa com a expectativa de mais evolução.

A Stock Car Pro Series concluiu a sua 10ª etapa neste domingo (24) no Velocitta, em Mogi Guaçu (SP). A antepenúltima etapa da temporada 2021 foi marcada pela ameaça de chuva na primeira prova e as intervenções do Safety Car na segunda corrida. A equipe Hot Car New Generation apostou numa estratégia de chuva com o Felipe Lapenna logo no início da primeira prova, mas a chuva não veio e equipe teve que abortar o “pulo do gato”, largando dos boxes e focando em uma tática direcionada para a segunda prova. O desempenho poderia ter sido melhor não fossem as duas intervenções do carro de segurança. A vitória da primeira corrida ficou com Guilherme Salas e a segunda prova teve Thiago Camilo como vencedor.

Para Babi Rodrigues, a única mulher a assumir a chefia de uma equipe na principal categoria do automobilismo nacional, o saldo do time no interior paulista foi positivo. “Hoje nós quase apostamos em sair com os pneus de chuva, mas avaliando todos os dados a gente decidiu abortar a ideia. Ainda bem, foi uma corrida seca, apostamos tudo para a corrida dois com o Lapenna, mas pelo excesso de Safety Car nós acabamos perdendo a nossa vantagem. Somamos pontos para o campeonato, nosso carro está cada vez mais sólido e os resultados estão vindo”, disse Babi Rodrigues.

Corrida 1
Logo na volta de apresentação para a primeira corrida começou uma chuva leve em alguns pontos do Velocitta. Felipe Lapenna tentou o “pulo do gato” e recolheu para os boxes para efetuar a troca para os pneus de chuva, mas os pingos eram um alarme falso e o piloto largou do pit lane sem trocar os compostos, economizando uma volta de pneus e combustível. 

Na pista, o piloto chegou a ganhar sete posições. Em sua parada obrigatória o piloto do carro Chevrolet Cruze #110 abasteceu e trocou apenas um pneu. Mais tarde, na 16ª volta, o piloto voltou aos boxes apostando na estratégia para a segunda corrida e colocou quatro pneus novos, terminando a primeira prova em 26º. Na corrida complementar, Lapenna ganhou 13 posições e terminou na 13ª posição – o que poderia ter sido ainda mais, não fossem as duas intervenções do safety car e as batidas que levou no início da segunda prova.

“Na primeira corrida, sentimos uns pingos e resolvemos arriscar tudo. Quando fui para os boxes parou de pingar. Então a estratégia passou a ser para a segunda corrida. Na corrida 2 eu larguei bem, teve um monte de toques e acabei caindo para penúltimo. O fim de semana mais uma vez mostra a evolução do carro e nas próximas vamos continuar indo para cima”, disse Lapenna.

Vencedor do Fan Push, Tuca Antoniazi partiu da 31ª colocação e ganhou 12 posições para terminar a primeira corrida em 19º, colocando a equipe Hot Car New Generation na zona de pontuação do campeonato.

Corrida 2
Na segunda corrida, Lapenna partiu da 13ª fila, contornou a primeira curva e depois foi envolvido em um incidente que envolveu Cacá Bueno, Átila Abreu e Daniel Serra, colocando o Safety Car na pista pela primeira vez. O piloto foi espremido por dois carros enquanto tentava voltar para a pista, mas ainda assim o paulista conseguiu se manter na corrida. Ao final da corrida, foram 13 posições conquistadas até terminar na 13ª colocação.

Antoniazi ficou com a 22ª colocação na segunda prova e ficou contente com a sua atuação durante o fim de semana no Velocitta. “Na primeira passagem por aqui nesta temporada, eu tive um desempenho abaixo da média. Neste fim de semana eu saio daqui feliz e contente, fui bem. A corrida foi dentro do planejado, consegui pontuar e isso é bom. O ritmo está mudando, só preciso treinar mais. A evolução está aparecendo”, disse Antoniazi.

Agora a Stock Car parte para o Rio Grande Sul, na cidade de Santa Cruz do Sul, nos dias 20 e 21 de novembro para a penúltima etapa de 2021.

Resultados das corridas no Velocitta:

Corrida 1 (top 10)
1 Guilherme Salas (KTF Sports/Cruze), 19 voltas em 33min45s
2 Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Corolla) a 1.444
3 Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Corolla) a 2.979
4 Diego Nunes (Blau Motorsport/Cruze) a 4.753
5 Daniel Serra (Eurofarma-RC/Cruze) a 9.348
6 Allam Khodair (Blau Motorsport/Cruze) a 10.762
7 Gaetano di Mauro (KTF Racing/Cruze) a 12.642
8 Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Corolla) a 13.083
9 Ricardo Mauricio (Eurofarma-RC/Cruze) a 13.707
10 Gabriel Casagrande (AMattheis Vogel Motorsport/Cruze) a 14.826
19 Tuca Antoniazi (Hot Car Competições/Cruze) a 1:07.539
26 Felipe Lapenna (Hot Car Competições/Cruze) a 1:27.691

Corrida 2
1 Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Corolla), 18 voltas em 36min34s
2 Gabriel Casagrande (AMattheis Vogel Motorsport/Cruze) a 1.476
3 Allam Khodair (Blau Motorsport/Cruze) a 1.842
4 Daniel Serra (Eurofarma-RC/Cruze) a 2.334
5 Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Cruze) a 2.859
6 Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Corolla) a 3.087
7 Guilherme Salas (KTF Sports/Cruze) a 3.634
8 Gaetano di Mauro (KTF Racing/Cruze) a 5.777
9 Rubens Barrichello (Full Time Sports/Corolla) a 8.018
10 Lucas Foresti (KTF Sports/Cruze) a 9.205
13 Felipe Lapenna (Hot Car Competições/Cruze) a 10.830
22 Tuca Antoniazi (Hot Car Competições/Cruze) a 1 Volta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s