Brasileiro gasta 17% do salário anual cigarro

De hábito charmoso para ciclo vicioso: nos últimos anos o conceito de ser descolado por fumar decaiu e deu lugar à preocupação com a saúde populacional. Tendo em mente que o tabaco faz parte da rotina diária do fumante, o CUPONATION, plataforma de descontos online e integrante da alemã Global Savings Group, levantou dados atualizados sobre essa prática e como isso influencia na economia do brasileiro e do mundo.

Atualmente, o Brasil se posiciona na 91ª posição no ranking do maço de Marlboro mais caro do mundo, em que a população paga, em comércios populares,  cerca de R$11 pelo combo de vinte cigarros, conforme uma pesquisa da companhia Numbeo realizada no primeiro semestre de 2021. 

De acordo com o último relatório do The Tobacco Atlas divulgado sobre o assunto, o brasileiro tem o costume de fumar uma média de 333 cigarros ao longo de um ano inteiro. Sabendo que um maço possui 20 cigarros, o total de unidades se transforma em 17 maços, que resulta em R$187 usados para o consumo anual do tabaco – o que representa 17% do salário mínimo atual de R$1.100 do brasileiro, segundo o IBGE.

O dado mostra que a porcentagem cresceu em 0,01% mesmo com o aumento do salário mínimo mensal tendo sido aumentado nos últimos meses, já que no início de 2020 esse resultado era de 16%. Comparando essa mesma conta o salário médio do brasileiro, que permanece por volta de R$2.500 (Pnad Contínua/IBGE), a porcentagem seria de 7,48% de gastos anuais com cigarro. 

Dentre os 108 países participantes da pesquisa, a Austrália é a nação que paga mais caro pelo produto, onde os cidadãos precisam desembolsar R$134,14 por cada pacote de tabaco. O país da Oceania é seguido pela Nova Zelândia e pela Irlanda, que cobram cerca de R$119,08 e R$82,84, respectivamente, pelo maço. Veja o ranking completo no infográfico interativo do CUPONATION.

Filtrando essa gigantesca lista para encontrar as nações latino americanas, o CUPONATION registrou que mais 8 países aparecem além do Brasil, sendo o Chile o território que ocupa o primeiro lugar desse mini ranking, estando na 38º posição do ranking completo e cobrando R$27,66 pelo maço. Levando em conta essa filtragem em conta, o Brasil aparece em 7º lugar do ranking do cigarro mais caro da América Latina. 

Vale ressaltar que um levantamento deste ano feito pelo científico The Lancet divulgou que o Brasil lidera a lista de países na redução do número de fumantes. Em contrapartida, um estudo feito pela Fiocruz no final de 2020 mostrou que o consumo de cigarro aumentou para 34% dos fumantes brasileiros durante a pandemia, com o sono, a solidão, a tristeza e o nervosismo sendo as principais causas para o ânsia do hábito aumentar gravemente. https://www.cuponation.com.br/insights/cigarro-2021

Escrito por Giovanna Rebelatto – giovanna.rebelatto.external@joingsg.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s