Alimentação no controle da ansiedade

A ansiedade provoca diversas sensações na nossa saúde. Não é de hoje, que grande parte das pessoas sofre com as consequências dessas emoções, afinal, o estilo de vida moderno nos expõe a um estado de estresse crônico. Com a chegada da pandemia, esse sentimento afetou de forma intensa, inclusive em pessoas que nunca tinham sofrido essas sensações. Além de ser um indicativo de doenças, podendo trazer sensação de mal estar, angustia, aumento frequência cardíaca, aumento do peso por buscar em alimentos gordurosos a sensação de bem estar. O açúcar e gorduras ativam um lado do cérebro que dá uma sensação de bem estar e prazer imediato. O problema, é que isso pode criar um círculo vicioso. Além de promover aumento de peso, essa busca do prazer nos alimentos causa alteração do nível glicêmico, e consequentemente, aumento da produção de cortisol, que é o hormônio do estresse. Lista negra Alimentos que pioram ansiedade: Farinhas brancas (pães, torradas, bolos e bolachas feitos com farinhas refinadas), doces, açúcares, além da ingestão habitual de álcool e um cotidiano com privação de sono e atividades físicas.

Cafeína, são estimulantes do sistema nervoso central e geram dependência, podendo piorar o quadro de ansiedade e irritação. Lembrando que a cafeína também está presentes nos refrigerantes. Substituições Os alimentos citados anteriormente, podem ser substituídos por pães, bolachas, torradas e bolos, desde que sua versão seja 100% integral. Os bolos e doces devem dar lugar a porções de frutas mais adocicadas. Cuide de sua rotina Ter horário e rotina é muito importante para uma alimentação saudável. Sentar-se a mesa se concentrando no que está sendo ingerido, relaxar o corpo e a mente. Não comer com pressa na frente do computador, isso dificulta a percepção de saciedade pelo cérebro e consequentemente a ingestão de alimentos passa ser maior. Inclua no cardápio Alimentos fontes de triptofano: feijões, soja, lentilha, grão de bico, leite e derivados, chocolate amargo, frutas como abacaxi, banana, kiwi, cereais integrais, chia, linhaça e oleaginosas. Alimentos ricos em fibras: frutas, farelos, sementes e grãos integrais. Carnes magras, peixes, aves sem pele e ovos, além de gorduras boas em quantidades moderadas, como abacate e azeite extravirgem Hidratação também é fundamental para bom funcionamento do organismo. Nutricionista – Karissa Giarola Galliano – 11 9 6909-6366 Insta: @nutricionista_karissa_giarola

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s