Governo do Estado detalha projeto do BRT aos prefeitos do Grande ABC

Vice-governador Rodrigo Garcia e secretário estadual Alexandre Baldy participaram de evento do Consórcio ABC

O Governo do Estado apresentou, nesta quinta-feira (20/5), aos prefeitos e secretários de Mobilidade Urbana das sete cidades, destalhes do projeto do BRT (sigla em inglês para transporte rápido por ônibus) que vai ligar o Grande ABC à Capital.

Em evento do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, o vice-governador Rodrigo Garcia e o secretário estadual dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, informaram que as obras devem começar em 120 dias e a previsão é inaugurar o modal entre o final de 2022 e o início de 2023.

O engenheiro projetista Paulo Belisário, da ABC Sistema de Transporte, empresa responsável pela elaboração do projeto básico, explicou o percurso do novo modal em detalhes. O BRT-ABC vai conectar por meio de ônibus, via corredor exclusivo, os municípios de Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul a São Paulo.

O projeto prevê 18 quilômetros de via expressa, com 20 paradas, três terminais e uma frota de 82 ônibus elétricos, com ar-condicionado, silenciosos e não poluentes, articulado, com 23 metros.

O sistema de integração dos municípios da região do ABC com a capital fará o trajeto de ponta a ponta, do terminal São Bernardo ao Terminal Sacomã, na capital, em 40 minutos na modalidade expressa. Além do bilhete expresso que dará a opção de o passageiro fazer menos paradas, haverá duas outras opções, tradicional e semiexpressa.

O trajeto terá início no Terminal São Bernardo da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), e passará por importantes vias da região, entre elas as avenidas Aldino Pinotti, Lauro Gomes e Guido Aliberti, com acesso à Fundação do ABC e ao Instituto Mauá de Tecnologia. Já na capital paulista, a viagem seguirá pelas avenidas Almirante Delamare e Presidente Wilson, com acesso ao Terminal Tamanduateí, e pela Rua das Juntas Provisórias, com destino à Estação Sacomã.

O vice-governador ressaltou que a mobilidade urbana impacta diretamente a qualidade de vida da população e classificou o projeto do BRT-ABC como inovador.

“Este é um contrato que traz inovações, em que a concessionária é responsável pelas desapropriações e pelos riscos do projeto, e com marcos regulatórios muitos claros, de entregas rápidas para a população”, disse Rodrigo Garcia.

Ainda segundo o vice-governador, o colegiado de prefeitos do Grande ABC é o espaço mais adequado para a discussão da governança metropolitana. “O Consórcio ABC é um exemplo não só para Região Metropolitana de São Paulo, mas para todo o Brasil”, afirmou.

O presidente do Consórcio ABC e prefeito de Santo André, Paulo Serra, destacou que novo modal vai beneficiar todas as sete cidades da região, por isso foi fundamental a apresentação detalhada do projeto aos prefeitos e secretários das sete cidades.

Historicamente, a nossa população quer transporte público de alta capacidade e com qualidade. O Governo do Estado nos demonstrou que isso é possível num curto prazo. É uma expectativa que não pode ser frustrada desta vez”, afirmou Paulo Serra, que reforçou a expectativa de que a região tenha, no futuro, a Linha 20-Rosa do Metrô.

Também participaram da reunião os prefeitos de São Bernardo do Campo, Orlando Morando; de São Caetano do Sul, Tite Campanella; de Diadema, José de Filippi Júnior; de Mauá, Marcelo Oliveira; de Ribeirão Pires, Clovis Volpi; e de Rio Grande da Serra, Claudinho da Geladeira. 

Fotos: Governo do Estado de São Paulo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s