Governo quer congelar salário de servidores públicos por 20 anos

Proposta está prevista em reforma administrativa, servidores contestam tais medidas e prometem embate com governos.

Reformas administrativas ou desmonte dos serviços públicos?

Neste momento caótico que o país enfrenta, o governo federal, de forma ardilosa e perversa, condicionou o retorno do auxílio emergencial (reduzido drasticamente se comparado ao pago em 2020) à aprovação da PEC 186/19. 

Que é o congelamento do reajuste dos salários dos servidores públicos, por 20 anos. 

Isso restringe a realização dos concursos públicos e outras demandas necessárias à manutenção 
das políticas públicas. 

O que agrava a condição não somente dos servidores, mas também, da população como um todo, já que a cada dia, esta depende cada vez mais desses serviços.

Sabe-se, que o próximo passo será a aprovação não de uma reforma administrativa, como é nomeada PEC 32. 

Mais uma forte destruição do que precisava ser melhorado em termos de estrutura do Estado.

Nós servidores públicos municipais e estaduais da região vimos como essencial, refletir sobre as ações em curso e futuras e suas consequências de curto a longo prazo.

Comitê de Lutas dos Servidores Públicos de Mauá

Contato: Tatiana 999947789

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s