Pontos MIS exibição de filme e bate-papo 06 02 2021

O programa, que traz uma sessão de cinema online seguida por bate-papo ao vivo, apresenta, em parceria com a Vitrine Filmes, o documentário Torquato Neto – todas as horas do fim (dir. Marcus Fernando e Eduardo Ades, documentário, 87 min, 2018, 12 anos), sobre um dos pensadores e letristas mais ativos da Tropicália e figura proeminente da arte marginal junto a  Waly Salomão, Ivan Cardoso e Hélio Oiticica.

O longa estará disponível ao público entre os dias 04 e 05 (com inscrições gratuitas por meio deste link)

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfL6E5TY-6Cdq9oxMz6bY85uQSU9q7Lf5Wgo-FE8Ow4NCPkMQ/viewform

e, no sábado, às 18h, acontece (no canal do MIS no YouTube)

bate-papo com Eduardo Bordinhon (artista, pesquisador e membro do Grupo de Estudos sobre o Ator no Audiovisual da Unicamp) e Giuliana Monteiro (roteirista, diretora e mestre pela Universidade de Nova York).


Sobre o filme

Torquato Neto (1944-1972) vivia apaixonadamente as rupturas. Atuando em múltiplas frentes – no cinema, na música, no jornalismo –, o poeta piauiense engajou-se ativamente na revolução que mudou os rumos da cultura brasileira nos anos 1960 e 70. Foi um dos pensadores e letristas mais ativos da Tropicália, parceiro de Gilberto Gil, Caetano Veloso e Jards Macalé. Junto à arte marginal, radicalizou sua atuação e crítica cultural, com Waly Salomão, Ivan Cardoso e Hélio Oiticica. Por fim, rompeu com sua própria vida, suicidando-se no dia de seu aniversário de 28 anos.

Jardel Teixeira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s