PRTB de Mauá expulsa Mauro Roman por apoio declarado ao PT no segundo turno

Para Dr. Davi vice na chapa, os eleitores se sentiram traídos pela posição tomada por Mauro.

O PRTB de Mauá teve como candidato a prefeito o policial federal aposentado Mauro Roman, que conseguiu nas urnas 7.425 votos e com isso derrotar políticos tradicionais na cidade, que gastaram muito dinheiro sem obter bons resultados. Mesmo assim o fato da boa votação de Mauro não foi suficiente para ele se manter como presidente do partido que disputou a eleição.

Terminado as eleições o candidato foi destituído da presidência do partido e uma nova direção municipal nomeada decidiu pela expulsão do ex-candidato, motivo; o apoio declarado ao PT sem decisão interna do partido. Segundo a nova direção do partido não é pelo apoio pessoal do ex-candidato, mas sim a situação política do partido diante dos seus eleitores.

“Toda campanha do PRTB teve como base o enfrentamento da corrupção e a utilização de posição a Direita no cenário político, encerrada a eleição o presidente do partido, sem explicar que era uma posição individual sua decide apoiar o que passou a campanha inteira combatendo, uma total incoerência que os eleitores não entenderam e se sentiram enganados. Para o partido era essencial deixar isso esclarecido por isso a opção de Carta Pública de Expulsão que foi divulgada na página oficial do partido”.  Afirmou o atual presidente do PRTB Dr. Davi Silva, que foi candidato a vice-prefeito e vai presidir o partido na cidade.

A nova direção tem Mariza Rodrigues, Lorinaldo Neri, Rogério Carrasco e André Sena, todos ex-candidatos pela primeira vez e dispostos criar um partido atuante na cidade. Segundo Mariza Rodrigues vice-presidente, é possível ajudar a cidade utilizando o partido para buscar recursos e também oferecer ideias ao prefeito, além é claro de fiscalizar e cobrar quem está no poder.

O partido declarou que nos próximos dias divulgará as metas para o próximo ano, que vai desde procurar novos filiados e lançar campanha para conscientização da participação popular nos partidos políticos de Direita. “Os números das eleições demonstram que a maioria da população está fora do cenário político pois foram mais de 126.276 pessoas que jogaram fora seu direito”, comentou Davi.

Para o partido isso ocorre porque não há quem represente esses eleitores, conversar e entender isso é um desafio que o PRTB tem pela frente.

Um comentário sobre “PRTB de Mauá expulsa Mauro Roman por apoio declarado ao PT no segundo turno

  1. Mudanças. Não tivemos votos expressivos, mas sabemos da necessidade do povo. Politica não é ser politico, e sim estar político. Fiscalizar, olhar com olhos de águia, tudo que se passa dentro da plataforma política de uma cidade. Mauá precisa sair do ostracismo e ter uma direção com dignidade.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s