Mi Vargas é eleita a Musa do Brasileirão 2020

Gaúcha representante do Internacional venceu o concurso contra outras 19 representantes dos times do campeonato.

Depois de um ano de disputa, a gaúcha Mi Vargas conquistou na noite do último domingo, 29 de novembro, o título de Musa do Brasileirão 2020. Por decisão dos jurados a representante do Internacional desbancou as concorrentes e recebeu a faixa de campeã. 

A nova Musa do Brasileirão, que recebeu a faixa de sua antecessora Lu Gatuza, tem 35 anos, é casada e mãe de três filhos. Além de modelo, atua como digital influencer e trabalha com personalização de cuias para chimarrão.

“É um orgulho muito grande representar o meu estado e trazer a beleza e dedicação da mulher gaúcha para todo o país. Estou muito orgulhosa em mostrar que não existe momento certo para realizar nossos sonhos. Tinha tudo para não estar aqui pois sou mãe, esposa, empresária e ouvi muitas críticas, pessoas dizendo que não tinha idade mais para isso. Aqui está a resposta!”, disse a campeã logo após o desfile. “O Musa do Brasileirão valoriza a diversidade da mulher brasileira e isso me motivou a participar e quebrar paradigmas sociais, principalmente de que uma mulher experiente não tem potencial para chegar onde deseja”, completou.

Em segundo lugar ficou a representante do Bahia, Jacky Corrêa. “Nem mil palavras descreveriam a total gratidão por ter participado do concurso que mudou a minha vida. Agradeço a todos pelo carinho e parabenizo a todas as musas eleitas nessa fase”, disse.

A musa do São Paulo, Talita Graziela, conquistou o terceiro lugar. “Foi uma surpresa, não estava esperando ficar entre as campeãs. Acredito que temos que acreditar no nosso potencial. Estou muito feliz!”, disse emocionada ainda na passarela.

Além do pódio, as finalistas elegeram entre elas próprias a atriz Lolla Martinelli, do Santos, como a Musa Simpatia e a organização Liz Milet, do Botafogo, como Musa Revelação e Amanda Vaccari, do Atlético-MG, como Musa Destaque.

Em sua oitava edição, o Musa do Brasileirão alterou seu regulamento. A partir de agora as representantes eleitas para cada time disputam o título nacional somente um ano após receberem suas faixas, na mesma oportunidade em que “passam as faixas” para as novas musas. 

“Essa foi uma maneira de valorizar ainda mais os títulos recebidos pelas musas. Dessa forma cada candidata tem um ano para representar a torcida do seu time antes de disputar o título nacional e coroar a uma nova representante”, disse Lipe Aramuni, organizador do projeto.

Resultado Musa do Brasileirão 2020

Campeã – Mi Vargas (Internacional)
Vice-campeã – Jacky Corrêa (Bahia)
Terceira colocada – Talita Graziela (São Paulo)
Musa Simpatia – Lolla Martinelli (Santos)
Musa Revelação – Liz Milet (Botafogo)
Musa Destaque – Amanda Vaccari (Atlético-MG)

Fotos: J. Domingos / Ag. Luxxus

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s