No frio, Ribeirão Pires reforça atendimento a moradores em situação de rua

Prefeitura oferece gratuitamente serviço de casa de passagem e abrigamento provisório, com capacidade para até 60 pessoas em situação de vulnerabilidade

A Associação Casa da Acolhida da Grande São Paulo – conhecida como Casa da Acolhida, tem reforçado os atendimentos aos moradores em situação de rua de Ribeirão Pires. O trabalho é realizado há 15 anos pela instituição. O serviço pode ser acionado pelo telefone 4829-3090. A Casa da Acolhida está situada na Rua Eraldo Nascimento de Paula, Vila Bonita.

Em parceria com a Prefeitura, inclusive com o apoio da Guarda Civil Municipal, a entidade de passagem promove rondas pelo município, sendo reforçadas em dias de forte frio e também como medida preventiva à disseminação do coronavírus na cidade. A instituição possui veículo devidamente identificado para realizar rondas pelo município, especialmente nos pontos onde os moradores de rua costumam a ficar.

O serviço é integralmente gratuito. Os profissionais que atuam na abordagem dos moradores em situação de rua usam uniformes e identificação. A pessoa em situação de rua não é obrigada a ir à Casa da Acolhida. O atendimento é feito apenas com o consentimento do morador.

O local tem capacidade para o acolhimento de até 40 pessoas/dia, disponibiliza – além de espaço para dormir, se alimentar, tomar banho, entre outros cuidados – apoio social para emissão de documentos, reinserção social e até mesmo recâmbio, no caso dos assistidos que desejam retornar à região de origem. O trabalho é feito por equipe treinada, que conta com assistentes sociais e psicólogo.

O espaço da Casa é estruturado, de forma separada, para o atendimento de homens e mulheres, prezando pela segurança e bem-estar dos moradores. O local também conta com canil para o acolhimento dos animais das pessoas assistidas.

Abrigo temporário – No início desse mês, o município passou a contar com novo serviço de abrigamento provisório a moradores em situação de rua da cidade. Com recursos do Estado e União, por meio de parceria com a Associação Brasileira de Ação Social Cristã (ABASC) e Prefeitura, o espaço foi estruturado, ampliando a capacidade de atendimento a esse público (Termo de Colaboração nº 336/2020).

Este serviço, situado em Ouro Fino Paulista, conta com 20 novos leitos para acolher os moradores em situação de rua, todos os dias da semana, das 19h às 7h – com receptivo, refeições, local para higiene dos moradores e dormitórios, bem como atendimento psicológico e social.

O novo espaço atende munícipes referenciados e encaminhados pelo CREAS – Centro de Referência Especializada de Assistência Social da cidade (Rua Batista Lion, 108 – Centro. Telefone: 4828-6434 – atendimento de segunda a sexta, das 8h às 17h). Das 19h às 7h, o serviço pode ser acionado diretamente com a ABASC pelos telefones 4822-2883 e 9.5154-6243.

As duas instituições reforçaram medidas preventivas à COVID-19 como a disponibilização de máscaras, álcool em gel 70%, reforço na limpeza dos locais, e distanciamento entre os assistidos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s