BRK Ambiental destaca importância do saneamento no Dia Nacional da Saúde

A cada real investido em saneamento básico, outros R$ 4 são economizados em saúde

Nesta quarta-feira, dia 5 de agosto, é celebrado no Brasil o Dia Nacional da Saúde, que tem o objetivo de conscientizar a sociedade brasileira sobre a importância da educação sanitária, despertando na população o valor da saúde. A data é oportuna também para lembrar da relação entre saúde e saneamento básico – principalmente nesse momento em que a pandemia do coronavírus é um enorme desafio para o Brasil.

A BRK Ambiental, empresa responsável pelos serviços de coleta e tratamento de esgoto em Mauá ressalta que, no país, metade da população não tem acesso aos serviços de esgotamento sanitário, o que coloca milhões de pessoas em situação de vulnerabilidade.

Médicos, sanitaristas e pesquisadores de diversas áreas já comprovaram que os investimentos em saneamento básico desempenham um papel fundamental no avanço da saúde pública. Segundo a Organização Mundial de Saúde, a cada R$ 1 real investido, outros R$ 4 são economizados no sistema de saúde.

O acesso à água potável e a um sistema de esgoto eficiente são primordiais, pois o déficit de saneamento é um dos fatores determinantes para o aumento da taxa de internação por diversas doenças, e é fundamental na prevenção ao coronavírus, que necessita de água e sabão para a realização eficaz das medidas de higiene tão difundidas pelos órgãos de saúde”, destaca Fernando Mangabeira, diretor da BRK Ambiental em Mauá. “Por isso, não podemos interromper os investimentos na universalização dos serviços”.

Segundo estudo realizado pelo Trata Brasil, uma cidade saneada, ou seja, com acesso universal a água e esgoto, tem, em média, 17 internações por diarreia por ano para cada 100 mil habitantes. Já nas cidades sem acesso a estes serviços, a média é de 111 internações para cada 100 mil habitantes.

Normalmente, os grupos mais afetados pela falta de saneamento são as mulheres, as crianças e os idosos moradores de locais mais pobres, por isso a universalização do saneamento é uma necessidade tão fundamental. Além de repercutir diretamente na saúde, a falta do saneamento reflete na produtividade, no desempenho escolar, no comprometimento da renda das famílias, na poluição do meio ambiente, entre outros fatores que devem ser considerados quando falamos sobre o tema”, explica o diretor da BRK Ambiental, Fernando Mangabeira.

Saneamento básico em Mauá

Mauá investiu ao longo dos últimos anos de forma contínua e planejada em saneamento básico. Com a operação da Estação de Tratamento de Esgoto e a ampliação do Sistema Público de Esgotamento Sanitário, a população da cidade passou a ter suporte diário de uma rede de esgoto responsável por coletar e afastar os efluentes gerados nas residências, escolas e comércios.  Atualmente, a cidade conta com um dos melhores índices na prestação de serviços de esgoto da Região Metropolitana de São Paulo, com indicadores de 93% de coleta e 84% de tratamento de esgoto.

O saneamento básico é considerado um aliado na luta contra a Covid-19, por isso, a BRK Ambiental continua trabalhando dia e noite com foco em garantir que todos os clientes sejam atendidos pelos serviços de esgotamento sanitário em Mauá. O saneamento é um serviço classificado como essencial, e nossas equipes continuam em campo trabalhando, com cada funcionário adotando todas as medidas recomendadas para a proteção da saúde, sua e dos nossos clientes”, finaliza Fernando Mangabeira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s