O ataque da Pandemia às campanhas políticas.

Sem precedente histórico, a atual pandemia, realmente mudou nossas vidas em vários aspectos. Como político não poderia deixar de observar as mudanças que estão por acontecer na nossa classe política.

O vírus, salvo a sua letalidade real, vem provocando o que podemos chamar de Síndrome de Alice nos pré-candidatos, principalmente após o fechamento das filiações partidárias.

“Bem, para quem não sabe para onde vai, qualquer caminho serve. Muitas pessoas sofrem da Síndrome de Alice: Não sabem onde estão e, muito menos onde querem estar. Em outras palavras, falta de autoconhecimento e ausência de objetivos, como um barco sem leme, à deriva, indo a qualquer direção.”

Percebemos claramente que diversos pré-candidatos tem se mostrado perdidos frente às discussões de propostas objetivas e coerentes, sendo que na maioria das vezes seus discursos transitam no meio social, somente à custa de muito recurso financeiro e militância financiada. Perceba que política é ciência e como tal, se existe proposta fundamentada ela se propagará rapidamente de forma ampla, pois vai de interesse ao grupo social.

Essa lição básica tem deixado diversos pretendentes derrubados pelo caminho, levando-os a ficar constantemente procurando quem os prejudicou, sem, contudo olharem para o espelho e descobrirem a inegável verdade. A falta de grandes e fortes lideranças políticas é resultado direto dessa humildade em promover a critica de si próprio e de sua causa.

Ninguém pode se promover com base no que ainda vai fazer.

Edson Agnello, 64 anos, Urbanista, Arquiteto, Pós Graduado em Administração pela FGV e Editor Jornalístico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s