Desperdício de Lideranças!

A sociedade, a cada 02 anos, se vê envolvida em processo. Tem-se um conjunto de pessoas, promessas, programas, projetos (pessoais ou grupais), (sub)emprego, consumo, e todas as formas que se associam ao processo de legitimar um representante da sociedade. Muitos não gostam da discussão política, ou da obrigatoriedade, em participar de eleição e sempre delegarão à “outrem” a responsabilidade por indicar o melhor caminho, ou menos traumático, o representante legislativo ou executivo.

O tempo mudou e as relações de confiança se desgastaram e, consequentemente tem ocorrido um “Desperdício de Lideranças”. Por que? Talvez porque essas lideranças buscam orientar uma sociedade para soluções adequadas à realidade. As lideranças sempre tiveram, e devem continuar a ter, papel relevante nas relações entre ações de governo e ansiedades da sociedade. É importante uma discussão mais aprofundada sobre a importância das lideranças diante do cenário político atual, seja ele municipal, estadual ou federal pois, historicamente, sempre houve um número considerável de eleitores que dão seu “voto de confiança” àquela liderança por entender que “essa” lhe representa. Assim, grandes siglas partidárias perderam espaço no rol da sociedade em virtude da renovação dos quadros sem a “transição de confiança”. Se buscarem os mapas das últimas 03 eleições municipais (2008; 2012 e 2016) poderá notar que muitos líderes comunitários e políticos saíram candidatos mas não tiveram o reconhecimento da população que, em determinado momento, buscou a sua ajuda. Em diversas regiões da cidade (Jd. Zaíra, Pq. Américas, Região da Barão, Pq. São Vicente, Região Central, Oratório, e outros) há uma busca por novos líderes e novas políticas. Em meio a escassez de liderança surgem idéias de conjunto que possam representar um grupo local, ou distrital, para suprir as necessidades da sociedade. Fala-se atualmente em “mandato coletivo” que ainda está em experiência dos mandatos legislativos. Contudo, o que se busca está por ser confrontado com a realidade, ou seja, há uma extrema necessidade de se rever a importância e capacidade das novas lideranças!! Força em cada projeto para que encontre-se os resultados esperados!!

Lamartine Dourado

Economista e Consultor Financeiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s