Mulher com tipo sanguíneo raro corre risco de amputação por falta de doador em Rio Grande da Serra

A jovem moradora de Rio Grande da Serra Vitória, 16, ao ver que sua mãe Divannin Gregorio dos Santos, 59 anos, com anemia no final de junho de 2021 não esperava que ela teria um tipo raro sanguíneo o RH Nulo (sangue dourado).

Elas iam e voltavam para upa de Rio Grande da Serra, mas não adiantava as sensações de mal estar se prolongavam, até Divannin ser encaminhada para o Nardini, em 1 de agosto deste ano. Por lá, ao fazer análise do tipo sanguíneo dela descobriu que ela possuía o RH Nulo e não teria banco na região por ser um tipo raro. Foi encontrado em Minas Gerais, uma pessoa com o tipo sanguíneo, mas a mesma desistiu de doar para mãe de Vitória. Agora ela sofre risco de amputar os pés por falta de circulação de sangue. Divannin foi transferida para o hospital Mário Covas e aguarda um novo doador aparecer com urgência.

Da esquerda para direita Divannin ao lado de sua filha Vitória (Foto: Divulgação)

Para maiores informações ligue: 11 97422-8040

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s