Pombos – Ratos do Céu? Quem disse?

            Desde os primórdios dos tempos que os pombos fazem parte da vida terrestre.

            Segundo a bíblia, em Lucas 3:22 – Quando Jesus foi batizado nas águas por João Batista, o Espírito Santo desceu na forma de uma pomba sobre Ele.

            Em Gênesis 8:11 – Noé solta a pomba e esta o trás uma folha de oliveira no bico. Além de varias outras vezes que a bíblia traz a pomba como uma representação divina.

A pomba branca é popularmente reconhecida como um símbolo da paz e algumas instituições evangélicas utilizam a pomba como identidade, a exemplo da Igreja Universal do Reino de Deus.

As Leis também protegem os pombos, uma vez que são considerados animais silvestres e segundo a Lei 9605/98, a pena para quem os maltratar pode variar de multas até cinco anos de reclusão.

Há quem diga que os pombos transmitem doenças, no entanto, em recente relatório realizado pela Sociedade Brasileira de Infectologia, as pessoas normais e saudáveis não ficam doentes em contato com as fezes dos animais. Portanto, a presença desses animais nas praças não deve ser encarada como risco sanitário. Diz ainda, que não há embasamento cientifico ou técnico na literatura mundial que justifique a remoção dos pombos das praças ou a sua eliminação. Assim como cita as capitais européias que convivem com os pombos há séculos e nunca se observou surtos de doenças relacionadas a eles.

Muitos pombos, em determinados locais de fato podem causar algum incomodo, mas sendo nós os seres inteligentes, cabe a nos os meios corretos e certos de afastá-los sem os causar qualquer mal, até mesmo porque a própria ciência constatou que os animais são seres sencientes, seres capazes de sentir sensações e sentimentos de forma consciente, ou seja, possuem a capacidade de ter percepções do que lhes acontece e do que lhes rodeia.

Existem vários métodos para afastar os pombos e inclusive métodos contraceptivos, que com certeza serão muito eficientes.

Além do que, como qualquer ser vivo, sentem fome, frio, calor e sede. Não sejamos nós os seres a lhes piorar a vida. Afinal aqui plantamos e aqui colhemos, principalmente quando praticamos contra a mãe natureza. Todo ser humano quer viver. Porque com os animais seria diferente?  

Roseni Sra Delmondes

Advogada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s